Siga nos
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({ google_ad_client: "ca-pub-2913080483495928", enable_page_level_ads: true });

Itupeva

Ministério Público investiga aumento na taxa do lixo em Itupeva

Depois da polêmica do aumento do IPTU, agora é vez da taxa do lixo. Ação pede liminar para suspender a cobrança

Desde que anunciados os aumentos, não faltaram reclamações em Itupeva. O caso do IPTU parece ter sido resolvido – a Prefeitura anunciou que vai mexer nos índices. Mas a taxa do lixo continua sendo problema.

Na semana passada, o vereador Eri Campos foi à Justiça e pediu Mandado de Segurança (com direito à liminar) para suspender a cobrança da taxa. E a petição inicial de Eri foi vista pelo Ministério Público como representação para esclarecer o que estava sendo informado. O caso foi entregue ao promotor Bruno Gondim Rodrigues.

Para Erí, a Prefeitura castigou os moradores com pesados 12,98%, sem fundamentação ou previsão legal.  O decreto de dezembro de 2018 aumentou os valores de cobrança por metro quadrado de construção de forma diferenciada para os tipos de construção residencial, comercial e industrial e nas seguintes proporções por metro quadrado: Residencial R$ 0,77 para R$ 0,87, aumento de 12,98%. Comercial de R$ 1,55 para R$ 1,65 aumento de 6,45% e Industrial manteve o mesmo valor R$ 1,56 ou seja, 0%.

Clique para comentár

Nos escreva

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

iFood começa a testar entrega de refeições com drones

Geral

Vigilância Sanitária multa Vencedor da Ponte São João

Jundiaí

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Conectar