Connect with us
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({ google_ad_client: "ca-pub-2913080483495928", enable_page_level_ads: true });

Geral

Pai é preso por matar filho de dois anos afogado em bacia

Um jovem de 21 anos foi preso na noite de quinta-feira (19), em Campo Grande, depois de matar o filho de dois anos afogado em uma bacia, na própria casa. De acordo com a polícia, Evaldo Christyan Dias Zenteno “relatou com frieza” que matou Miguel Henrique dos Reis Zenteno porque foi traído pela mãe do menino e “queria fazer ela sofrer”.

Evaldo foi preso na Santa Casa de Campo Grande após os médicos que atenderam o menino no hospital desconfiarem de situação de violência. Eles chamaram a polícia, o rapaz mentiu sobre o caso e, após se contradizer em versão de assalto e sequestro, acabou confessando o crime.

De acordo com a polícia, Evaldo disse que ligou para um amigo e contou que havia sido traído pela mãe do menino, uma jovem de também 21 anos, e que queria fazê-la sofrer. O amigo então, orientou o jovem a matar o próprio filho.

Segundo informações do boletim de ocorrência, na versão de Evaldo, ele falou que não tinha coragem de matar o filho e o amigo falou que faria isso junto com outra pessoa. O pai então foi para casa e lá afogou a criança em uma bacia.

Depois ade afogar a criança, o jovem levou o filho em seu carro para a Santa Casa da cidade e, já no local, disse que bandidos tinham sequestrado a criança e como não tinha dinheiro para pagar resgate, a jogaram no rio Anhanduí e por isso ela se afogou. Mesma versão dada inicialmente à polícia.

A morte do menino foi constatada uma hora após ter dado entrada no hospital. A roupa que ele vestia – uma camiseta, um short e um par de calçado – foi recolhida pela polícia, assim como a bacia usada para afogá-lo e a toalha que o pai usou para secá-lo.

Evaldo foi autuado em flagrante por homicídio. Ele teve a prisão preventiva decretada em audiência de custódia. O pai dele também está preso.

Segundo a polícia, o pai de Evaldo foi flagrado enquanto estuprava duas crianças de 6 e 9 anos, no município de Aquidauana, região leste do estado. O crime ocorreu no dia 23 de junho de 2017 e as investigações apontaram que ele atraía as vítimas com doces e adesivos infantis.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Dona de casa evangélica invade igreja católica e quebra quadros e imagens de santos

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Geral

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Connect