Connect with us

Jundiaí

Bororó, na Vila Arens, tem 52 anos de tradição

Marcos Camaroto, Reginaldo Aparecido Tiburcio, Rafael Prandini, Lucas Madureira, Raquel Monteiro e Leandro Bertani

Terceira geração da família Prandini comanda o negócio fundado por Sérgio Prandini, no início no Centro

Sérgio Prandini foi mascate, dono de restaurante e trabalhava com representação de bebidas; foi então que teve idéia de abrir outro negócio. Conversando com um amigo, Nicolau Scarpa, na época dono da Caracu, em 1964, acabou comprando um negócio que se iniciava no Centro, a Auto Peças Bororó. Ficava na rua Secundino Veiga, e não passava de uma portinha.

O negócio deu certo, mas foi preciso trabalhar muito. Pouco tempo depois, precisando de mais espaço, Sérgio mudou a loja para o endereço atual, na rua Vigário JJ Rodrigues, na Vila Arens. Com mais espaço e mais visibilidade, tornou a loja uma especialista em acessórios também. Sérgio, que foi casado com Yole, morreu há seis anos, e só chegou a ver parte do crescimento do negócio. Teve seis filhos: Aluisio, Celso, Carlos, José Luiz, Sérgio Alexandre e Berenice.

Os tempos mudaram, e a empresa também. Hoje, com 60 funcionários, tem filiais em Várzea e Itupeva. Conta com um site, onde é possível fazer compras e consultar preços. E a mudança continua, com constantes adaptações no lay out e treinamento de postura aos funcionários. A gerência hoje está com os netos do fundador, Rafael e Frederico, filhos de Sérgio e Celso. A matriz continua na Vila Arens, há mais de 30 anos.

A relação com funcionários é um ponto de honra na empresa. Raquel Monteiro dos Santos, por exemplo. Tem 29 anos e trabalha na matriz há 10. “Já trabalhei em outras empresas, e nunca encontrei um relacionamento empregado-patrão como aqui”, afirma ela.

Raquel cita como exemplo sua ausência de três dias no emprego por precisar acompanhar o pai com problemas de saúde. Em vez de bronca, recebeu apoio. A empresa quer continuar se expandindo e contratando. O funcionário mais novo tem 16 anos e participa do programa Menor Aprendiz. Marcos Alessandro Camaroto tem 27 anos de empresa – é o vovô da turma, e nem pensa em sair.

A relação de camaradagem se estende também à clientela. José Norcival Trevisan é um dos clientes fiéis – compra na Bororó há mais de trinta anos. Não tem do que reclamar. E Rafael, da terceira geração, comemora os elogios que recebe da clientela a cada mudança na forma de trabalhar.

 

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Dona de casa evangélica invade igreja católica e quebra quadros e imagens de santos

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Geral

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Connect