Siga nos
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({ google_ad_client: "ca-pub-2913080483495928", enable_page_level_ads: true });

Beatriz Dias

Síndrome de Peter Pan

Preciso crescer. Parar de depender dos alheios e passar a depender de mim, só a mim.

Sempre tive medo de crescer, de todas as mudanças que isso acarretaria, as responsabilidades, o trabalho, o medo. Quando eu crescesse não teria mais ninguém pra marcar minhas consultas no médico, que agora não é mais pediatra. Não haveria uma mão pra eu segurar e atravessar a rua. Ninguém me lembraria de levar a blusa, o guarda chuva ou as chaves.

“Volta antes das 22”, “não fica no sereno”, “não converse com estranhos”. Tudo tão contraditório e ninguém pra lembrar a gente das consequências. Somos grandinhos o suficiente para isso, devemos saber delas.

Meu medo era ter síndrome de Peter Pan. Até parecia que eu tinha. Eu tinha medo dessas coisas. Ainda tenho. Mas hoje entendi que a necessidade de ser independente é bem maior do que o conforto do sofá da casa de nossos pais.

Por Beatriz Dias

Clique para comentár

Nos escreva

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

iFood começa a testar entrega de refeições com drones

Geral

Vigilância Sanitária multa Vencedor da Ponte São João

Jundiaí

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Conectar