Siga nos
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({ google_ad_client: "ca-pub-2913080483495928", enable_page_level_ads: true });

Paulo Moretti

Gestão das emoções

Nos tempos atuais tornou se comum falar sobre as emoções, as doenças psicossomáticas ganham cada vez mais espaço nas mídias e falar sobre depressão, suicídios, crises de estresse e de ansiedade tornou se comum durante bate papos familiares.

Acredito que todo mundo conheça alguém que tem uma história de problemas na vida , relacionado ao descontrole das emoções, seja um pedido de demissão intempestivo, seja um rompimento de relacionamento, brigas no transito, na escola, etc. Pessoas que perdem o rumo na vida depois de um divórcio, da morte de um ente querido. Pessoas que ficam magoadas por décadas por coisas que aconteceram na escola, na faculdade, etc. Por quê isso acontece? Qual a causa?

Esses fatos acontecem por uma série de motivos, o principal deles é a falta de acesso a um aprendizado de como fazer a gestão eficiente de suas emoções e isso deveria acontecer durante a infância, muitas vezes a educação da criança não foi adequada e ela sofre com isso. Os pais tem papel fundamental, impor limites, explicar como as coisas funcionam é importante. Não é possível nos dias de hoje vermos pais sendo verdadeiros escravos de seus filhos pequenos com a intenção de que ele “ não se traumatize” e que “não lhe falte nada” esses mesmos pais costumam ser autoritários no trabalho com seus pares ou subordinados, ou seja, gatinhos mansos com os filhos e leões ferozes no trabalho, essa é a clássica demonstração de pessoas com as emoções descontroladas que vão criar e entregar ao mundo uma nova safra de desequilibrados.

O controle das emoções é fundamental para o sucesso, seja em qual área for, por mais qualificado que seja um profissional, por mais importante que seja uma pessoa se ele não tiver o controle de suas emoções será como uma pequena bomba relógio prestes a explodir e jogar todas as suas conquistas para cima, ou pior será um grande fracassado pois nunca conseguiu vencer suas emoções e paixões, sucumbindo ao senso comum ou ao império dos sentidos.

Controlar emoções é um processo, que felizmente pode ser aprendido e transmitido, uma das modalidades mais comuns é a meditação, a psicanálise e os florais de bach, bem como as demais terapias holísticas. Não é mais coisa de louco, coisa de desequilibrado fazer uma terapia, é sim coisa de quem se ama e ama as pessoas que estão ao seu lado, que respeita o próximo.

O preconceito ainda existe, uma parcela da população ainda se agarra a velhos conceitos, “depressão é frescura”, “homem não chora”, “ é preciso ganhar sempre”, “ vai lavar roupa no tanque que passa” entre outras pérolas de nossa dita sabedoria popular que de sábia não tem nada.

A gestão correta das emoções pode ser o que falta para que as pessoas bem preparadas alcancem sucesso, para que um relacionamento não acabe ou até para que as pessoas não sucumbam a depressão e ao suicídio. Infelizmente as vezes as pessoas que estão em desequilíbrio não enxergam a necessidade e precisam ser encaminhadas por quem se importe com elas.

Problemas todo mundo tem, todos sofrem e passam por situações que nos causem desequilíbrios, isso não é o fim do mundo, pode ser o início de uma nova e bela fase em sua vida.

Procurem um terapeuta capacitado e vivam felizes com as emoções em ordem.

Clique para comentár

Nos escreva

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Geral

iFood começa a testar entrega de refeições com drones

Geral

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Conectar