Connect with us

Geral

Ministério Público investiga vereador Sidney Ferreira da Silva por cometer abuso de poder

O Ministério Público de São Paulo instaurou inquérito para investigar a prática de improbidade administrativa envolvendo repasse indevido de salário a assessora do vereador de Itatiba, Sidney Ferreira da Silva.

De acordo com o inquérito, o vereador nomeou, Maria Aparecida Guimarães Monteiro como assessora de seu gabinete, mas exigiu para parcelas de seu salário fossem depositados na conta da sua companheira, Marcia Cristina Alves dos Santos.

Tal cenário retrata abuso de poder e desvio de finalidade, considerando que essa exigência indevida de patrimônio feita pelo vereador, corresponde a ato ilícito prevista pela Lei de Improbidade Administrativa, ficando o acusado passível de reparação civil.

Com um prejuízo estimado em quase R$ 120 mil, o vereador está com seus bens bloqueados, assim como o uso dos ativos financeiros. Segundo a sentença, o vereador deverá ressarcir a assessora de todos os prejuízos.

Em contrapartida, o vereador alega que existia confiança entre os assessores, inclusive com autorização no uso da conta bancária de sua esposa para o débito dos vencimentos e a posterior devolução.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Dona de casa evangélica invade igreja católica e quebra quadros e imagens de santos

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Geral

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Connect