Connect with us

Geral

Empresa responsável por galpão incendiado em Jarinu não tem alvará

A Prefeitura de Jarinu informou que a empresa responsável pelo galpão que pegou fogo na tarde desta segunda-feira (13) não possui alvará de funcionamento.

Usado como depósito de materiais recicláveis, o galpão foi totalmente destruído pelas chamas, que se alastrou atingindo uma casa vizinha. Ninguém se feriu.

A prefeitura garante que o dono da empresa será notificado e pode ser multado por danos causados aos moradores vizinhos e ao meio ambiente. A reportagem tentou contato com o responsável pela empresa, mas até o fechamento dessa matéria não obteve retorno.

O incêndio

A equipe do Corpo de Bombeiros teve muito trabalho até combater todo os focos de incêndio. Após permanecer no local até às 23h, precisou retornar ao local durante a madrugada, permanecendo até às 7h desta terça-feira (14), quando as chamas foram controladas.

A perícia técnica esteve no local e a Polícia Civil vai investigar as causas do incêndio. A principal suspeita é de que o fogo, que chegou a 15 metros de altura, tenha começado após um curto-circuito, provocado pela estrutura antiga do imóvel.

De acordo com a Defesa Civil, uma das paredes do galpão precisou ser demolida, já que corria o risco de desabar sobre a casa vizinha.

Nesta terça-feira (14), uma equipe foi solicitada e voltou ao local para fazer a retirada do material plástico que ficou no galpão. O Corpo de Bombeiros explicou que, por baixo desse material, ainda há muito calor, o que pode causar novos focos de incêndio.

Já a casa atingida foi interditada de forma preventiva. A Defesa Civil retirou os moradores do local durante a noite, mas eles já estão autorizados a voltar, pois não há risco de a casa desabar.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Dona de casa evangélica invade igreja católica e quebra quadros e imagens de santos

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Geral

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Connect