Connect with us

Geral

Irmãs fazem aniversário juntas e dão à luz no mesmo dia

As irmãs Lauryanne Costa e Luciares Araújo, de 32 e 39 anos, respectivamente, nasceram no mesmo dia, com sete anos de diferença, sem agendar o parto. As coincidências não pararam por aí: ambas pretendiam ter filhos em parto normal, mas precisaram fazer cesariana. O que elas não sabiam é que, além de compartilhar o dia do aniversário, iriam para a maternidade no mesmo dia.

Luciares nasceu dia 14 de julho de 1980. No dia do aniversário de sete anos dela, em 1987, nasceu a irmã, Lauryanne. Elas são as irmãs mais velha e mais nova, respectivamente, entre as três filhas de José e Lúcia, moradores de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco.

Lauryanne foi a primeira a dar à luz. Teve Joaquim às 9h15 do dia 12 de janeiro, no Hospital Memorial São José, na área central da capital pernambucana.

Com 41 semanas de gestação, a obstetra decidiu realizar a cirurgia para evitar riscos ao bebê. Já Luciares, com 39 semanas, acreditava que teria Mariana somente quando completasse 40 semanas.

Ao visitar a irmã mais nova e a sobrinha no hospital, ela descobriu que estava com dois centímetros de dilatação. Então, a médica decidiu mandá-la para casa, mesmo em trabalho de parto, acreditando que o nascimento do bebê deveria acontecer mais tarde ou mesmo no outro dia.

Mais tarde, com dores, Luciares precisou voltar à maternidade e já estava com oito centímetros de dilatação. O parto, que seria normal, precisou ser cesariana. Afinal, foram quatro horas tentando dar à luz. Mariana, nasceu às 18h15, nove horas depois do primo Joaquim.

“O que aconteceu foi que o bebê dela atrasou alguns dias e a minha, se antecipou alguns dias. Eu dizia que queria que Mariana nascesse depois, porque eu queria acompanhar o parto dela, mas meu marido dizia que era muita emoção. Mas é que, como moro em Garanhuns (no Agreste), não nos veríamos por um tempo depois do nascimento”, declarou.

Para Luciares e Lauryanne, a gravidez foi uma experiência compartilhada, desde os sintomas físicos e emocionais às experiências de como aliviá-los.

Os primos, Joaquim e Mariana, ainda não se encontraram depois que saíram da maternidade. Luciares, mora em Garanhuns e alugou um apartamento no Recife, no dia 22 de dezembro de 2019 para esperar a chegada da bebê, mas decidiu voltar ao interior dias depois do parto.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Dona de casa evangélica invade igreja católica e quebra quadros e imagens de santos

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Geral

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Connect