Connect with us

Geral

SP gastou R$ 1,7 bilhão para despoluir o Rio Tietê nos últimos 8 anos

Com objetivo de despoluir o Rio Tietê, o Governo de São Paulo gastou R$ 1,7 bilhão nos ultimo oito anos que se passaram. Os dados divulgados nesta quarta-feira (22) são de um levantamento feito pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP).

A pesquisa aponta que no período entre 2011 e 2019 a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) firmou 31 contratos com o valor total, atualizado, de R$ 2,3 bilhões. Destes, R$ 1,7 já foram pagos.

Para tentar despoluir o rio, as obras do Programa de Despoluição do Rio Tietê se concentram em 21 cidades da região Metropolitana de São Paulo. De acordo com o TCE, os trabalhos visam aprimorar e expandir a infraestrutura de saneamento básico, em especial o esgoto sanitário.

“As obras incluem diversos serviços para construção de interceptores, coletores troncos, redes coletoras e estações de tratamento de esgoto (ETEs), evitando que os efluentes cheguem ao Rio Tietê sem o devido tratamento e, consequentemente, diminuindo o nível de poluição do rio”, destaca o tribunal.

O Rio Tietê cruza a Região Metropolitana de São Paulo e percorre mais de 1.100 quilômetros, passando por 62 municípios ao longo de seu curso. As nascentes ficam em Salesópolis, no interior paulista, e a sua foz no rio Paraná, na divisa de São Paulo com Mato Grosso do Sul.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Dona de casa evangélica invade igreja católica e quebra quadros e imagens de santos

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Geral

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Connect