Connect with us

Artigos

Por que investir no mercado de saúde do Brasil?

Ao longo da última década, o setor privado de saúde tornou-se um dos pilares da assistência médico-hospitalar no Brasil, responsável pela cobertura de quase um quarto da população. É certo que o setor precisa de um choque de eficiência em todos os elos de sua cadeia e são constantes os desafios para melhorar a relação entre seus atores e clientes. No entanto, é preciso, também, destacar as notáveis contribuições que o setor privado oferece à saúde dos brasileiros.

Mas o que torna esse mercado atrativo para investimentos? Nos últimos dez anos, a taxa de aumento de beneficiários de planos privados chegou a 5,6 % ao ano. Em 2019, foram mais de 47 milhões de beneficiários de planos privados de saúde, apesar do ápice ter ocorrido em 2014, com a existência de mais de 50 milhões de beneficiários.Ou seja, apesar das incertezas do quadro macroeconômico brasileiro atual, há claramente um potencial imediato para o crescimento de beneficiários com a melhora da economia nos próximos anos.

E não é só isso. Outros fatores apontam para o crescimento do setor privado da saúde, quais sejam: Investimento em tecnologias e equipamentos; Parceria entre os setores público e privado, que atrairá investimentos, buscando aumentar a eficiência do sistema público; Expansão dos planos privados de saúde, especialmente aqueles de baixo custo; Grande número de fusões e aquisições, impulsionados pela enorme fragmentação do setor e pelo ambiente regulatório; Abertura do mercado de saúde para o capital estrangeiro; Aumento da produção local de medicamentos.

Além disso, as clínicas e pronto atendimentos populares têm tornado ainda mais acessíveis à população de baixa renda a assistência privada à saúde, em que pese ainda demandar para o Sistema Único de Saúde (SUS) os casos de média e alta complexidades.

De certo, os avanços tecnológicos estimulados, principalmente, pelas Health Techs aliados à expertise em gestão de unidades hospitalares de entidades conceituadas no mercado como e a margem de expansão do mercado privado de saúde existente no Brasil, tornam o segmento como um dos mercados mais promissores para investimentos nos próximos anos.

Temos estudos e cases de sucesso que garantem a possibilidade de resultados operacionais expressivos, em unidades hospitalares recém-adquiridas com a consequente melhoria da qualidade da assistência aos pacientes, preparação para certificações internacionais, melhorias na infraestrutura física, tecnológica e nos serviços de hotelaria, tudo graças a redução dos desperdícios de insumos, por meio de controles mais efetivos, implantação de protocolos assistenciais rígidos, controle orçamentário e planejamento a médio e longo prazos, compras de suprimentos em larga escala, entre outras medidas, tornando a aquisição destas unidades privadas um grande atrativo aos grandes fundos de investimentos nacionais e internacionais nos últimos três anos e certamente para os próximos anos.

As expectativas para o mercado são promissoras e as oportunidades de investimentos vastas, mas por ser um mercado extremamente regulado, com grande carência de profissionais especializados em gestão hospitalar, as parcerias com os grandes players do mercado de saúde serão fundamentais para o sucesso nos investimentos.

DANIEL BULHA DE CARVALHO
Advogado

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Dona de casa evangélica invade igreja católica e quebra quadros e imagens de santos

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Geral

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Connect