Politicamente correto

Dizem que o “Politicamente Correto” nasceu de uma piada russa nos anos 1920. Quando um dirigente estava sem resposta dizia “posso estar errado, mas politicamente correto. O Partido deve se sobrepor à realidade”. A partir dos anos 1960, o comunista e timoneiro da China, Mao Tse-Tung, ordenou também o uso da cartilha “Como tratar as diferenças entre as pessoas de forma correta”. Com os movimentos de minorias, feministas, LGBTs etc. O politicamente correto passou a ser obrigatório nos círculos militantes empoderados. Até a “lacradora da globolixo” Mariana Ximenes não quer ninguém falando “Tomara que Caia” para aquela blusa sensual das brasileiras. “O que qué isso?”, bradou Mariana.

Em 2005, no governo Lula, alguns aloprados da Secretaria Nacional de Direitos Humanos gastaram dinheiro público para fazer uma cartilha do Politicamente Correto & Direitos Humanos. Assim como o Kit Gay do ministro Fernando Haddad (no MEC do governo Dilma), milhares de cartilhas foram feitas e jogadas no lixo. Lula ficou  “macho” porque o termo “peão”, tão usado por ele, estava proibido pelos esquerdistas do MEC e da Fubra, chefiados pelo jornalista\comunista Antonio Queiroz. Até o jornal Estadão ridicularizou a cartilha, que apontava o termo “comunista” como pejorativo e que corrigir uma pessoa analfabeta por falar errado era “preconceito linguístico”, entre centenas de pérolas.

Publicidade

Ai os militantes começaram a vasculhar tudo em busca de racismo e discriminação.  Condenaram até gênios como Dante e sua Divina Comédia preconceituosa e Monteiro Lobato, porque seus personagens no Sítio o Pica Pau Amarelo foram considerados “politicamente incorretos, racistas, sexistas, misóginos etc.”. O Ministério Público Federal em Uberlândia (MG) encontrou expressões preconceituosas sobre “cigano” e pediu o recolhimento do Dicionário Houaiss.  No Canadá, a música “Money for Nothing” do Dire Straits foi banida por ter gírias ofensivas às minorias.

Se você quer ser “politicamente correto”, não diga “Só Preto” e sim “Só Afrodescendente” quando falar do grupo carioca Só Preto Sem Preconceito. Não fale Banda do Zé Pretinho e sim Banda do José Pequeno Afrodescendente quando se referir ao álbum do cantor\compositor Jorge Ben Jor. Hoje, os humoristas Costinha e Ary Toledo seriam massacrados nas ruas pelas “lacradoras de grelo duro ou feminazis”.  Os Trapalhões seriam banidos da televisão. Cacildis! Mas se a comédia for de esquerda pode tudo, como o Porta dos Fundos ridicularizando evangélicos e Jesus ou a Márcia Tiburi achando correto o assalto e o caráter anal “porque o cu é precioso” sic.

A seguir, pequeno glossário com alguns termos usados conforme o posicionamento político da pessoa.

Publicidade

Direita                        Esquerda

Bandido                     Vítima da Sociedade

Favelado                     Morador de Comunidade

Mendigo                     Em situação de rua

Aidético                     Soropositivo de HIV

Quatro Olhos            Pessoa com necessidades oftalmológicas                              
Vesgo                         Portador de estrabismo ou ambliópico

Tomara que Caia        Blusa feminina sem alças

Teta de Nega              Doce de chocolate em formato de seio

Bolo Nega Maluca     Bolo Negra portadora de Transtorno mental

Mulher devassa          Cachorra ou vadia     

Mulher líder                Empoderada ou lacradora

Líder de facção          Lacrador ou lacradora

Conservador               Hater, Fascista

Homossexual              LGBTIs

Viado                          Viado

Hétero                         Homofóbico

Ninfomaníaco             NHINCO+   

Sodomita zoófilo          LGBTQQICAPF2K+

Chefe ou Patriarca       Misógino ou Machista

Denegrir                       Escurecer ou africanizar

Judiar                           Tornar alguém judeu

Baiano, Paraíba          Nordestino, Excluído

Caipira                        Cidadão interiorano

Galdino Mesquita

Publicidade

3 COMENTÁRIOS

Siga

169,022FãsCurtir
6,743SeguidoresSeguir
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Não Perca

Projetada nova linha intermunicipal de transporte público entre Itupeva e Jundiaí

Atendendo a uma demanda antiga, iniciada pelo Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) de Itupeva, em benefício dos usuários do transporte público intermunicipal,...

Bolsonaro diz que Brasil foi um dos países que melhor enfrentou a pandemia

Mesmo no exato momento em que o Brasil registra mais de 116 mil mortes pela Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro afirmou na...

Miss Jundiaí faz campanha para ajudar famílias em vulnerabilidade social

Com a chegada da pandemia de Covid-19 em março deste ano, a estudante de psicologia Daniele Daros, de 22 anos, não pode...

Com mais de 10 dias sem mortes por Covid-19, Jarinu e Cabreúva registram queda de óbitos

As cidades de Jarinu e Cabreúva têm registrado queda significativa no número de novos casos de Covid-19 e, principalmente, no de óbitos...

Jundiaí tem mais de 90% do infectados pela Covid-19 recuperados da doença

Segundo o painel de monitoramento do coronavírus da Prefeitura de Jundiaí, dos 9.940 casos confirmados de Covid-19 na cidade, até quarta-feira (26),...
PUBLICIDADE