‘A liberdade de imprensa é um valor inegociável na democracia’, afirma Maia sobre ameaça de Bolsonaro

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse no domingo (23) que “a liberdade de imprensa é um valor inegociável na democracia”. A declaração foi dada após a polêmica do presidente Jair Bolsonaro, em que ele disse que estava com vontade de “encher” a boca de um jornalista “na porrada”.


Maia também disse que espera que Bolsonaro retome o tom mais moderado dos últimos 66 dias.
Bolsonaro fez a ameaça ao jornalista do jornal “O Globo” após ter sido questionado sobre cheques de Fabrício Queiroz para a primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Publicidade


Em primeiro momento, o presidente disse que não responderia às perguntas. Mas em seguida, ao ser questionado novamente sobre os tais cheques para Michelle, ele disse: “Eu vou encher a boca desse cara na porrada”. E depois ele repetiu: “Minha vontade é encher tua boca na porrada, tá?”.


Diante do ocorrido, o jornal O Globo divulgou uma nota pública. Confira na íntegra:


“O GLOBO repudia a agressão do presidente Jair Bolsonaro a um repórter do jornal que apenas exercia sua função, de forma totalmente profissional, neste domingo.

Publicidade


Em cobertura de compromisso público do presidente, o repórter solicitou que ele se pronunciasse sobre reportagens da revista Crusoé e do jornal Folha de S.Paulo que, no início deste mês, informaram que o ex-assessor de Flávio Bolsonaro Fabrício Queiroz e a mulher dele depositaram cheques no valor de R$ 89 mil na conta da primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Anteriormente, o presidente havia prestado uma informação diferente sobre os valores.


Bolsonaro, então, em manifestação que foi gravada, não respondeu à pergunta e afirmou a vontade de agredir fisicamente o repórter.


Tal intimidação mostra que Jair Bolsonaro desconsidera o dever de qualquer servidor público, não importa o cargo, de prestar contas à população.


Durante os governos de todos os presidentes, o GLOBO não se furtou a fazer as perguntas necessárias para cumprir o papel maior da imprensa, que é informar os cidadãos. E continuará a fazer as perguntas que precisarem ser feitas, neste e em todos os governos.”

Publicidade

Siga

169,022FãsCurtir
6,743SeguidoresSeguir
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Não Perca

Projetada nova linha intermunicipal de transporte público entre Itupeva e Jundiaí

Atendendo a uma demanda antiga, iniciada pelo Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) de Itupeva, em benefício dos usuários do transporte público intermunicipal,...

Bolsonaro diz que Brasil foi um dos países que melhor enfrentou a pandemia

Mesmo no exato momento em que o Brasil registra mais de 116 mil mortes pela Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro afirmou na...

Miss Jundiaí faz campanha para ajudar famílias em vulnerabilidade social

Com a chegada da pandemia de Covid-19 em março deste ano, a estudante de psicologia Daniele Daros, de 22 anos, não pode...

Com mais de 10 dias sem mortes por Covid-19, Jarinu e Cabreúva registram queda de óbitos

As cidades de Jarinu e Cabreúva têm registrado queda significativa no número de novos casos de Covid-19 e, principalmente, no de óbitos...

Jundiaí tem mais de 90% do infectados pela Covid-19 recuperados da doença

Segundo o painel de monitoramento do coronavírus da Prefeitura de Jundiaí, dos 9.940 casos confirmados de Covid-19 na cidade, até quarta-feira (26),...
PUBLICIDADE