Brilha e adoça

Vamos partir de onde paramos. Você e eu em um metrô na cidade que engole sonhos. Desde então tem um brilho diferente no seu olhar, algo inocente que sua muralha nunca deixou você mostrar.

Tem um sorriso mais largo, um tom mais leve, um cheiro mais doce. Acho que jogamos o que pesava fora, pesamos a mão no açúcar sem medo. É música alta e sol de verão.

Publicidade

Leia também: Carta aberta a você que partiu com meu coração

Uma grande aventura essa que estamos prestes a viver, e vamos vive-la dentro da eternidade dos nossos dias numerados. Sem mais o peso das coisas que vivemos, e sim com toda a expectativa daquilo que vamos viver.

por Beatriz Dias 

Publicidade

Siga

168,598FãsCurtir
6,743SeguidoresSeguir
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Não Perca

Projetada nova linha intermunicipal de transporte público entre Itupeva e Jundiaí

Atendendo a uma demanda antiga, iniciada pelo Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) de Itupeva, em benefício dos usuários do transporte público intermunicipal,...

Bolsonaro diz que Brasil foi um dos países que melhor enfrentou a pandemia

Mesmo no exato momento em que o Brasil registra mais de 116 mil mortes pela Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro afirmou na...

Miss Jundiaí faz campanha para ajudar famílias em vulnerabilidade social

Com a chegada da pandemia de Covid-19 em março deste ano, a estudante de psicologia Daniele Daros, de 22 anos, não pode...

Com mais de 10 dias sem mortes por Covid-19, Jarinu e Cabreúva registram queda de óbitos

As cidades de Jarinu e Cabreúva têm registrado queda significativa no número de novos casos de Covid-19 e, principalmente, no de óbitos...

Jundiaí tem mais de 90% do infectados pela Covid-19 recuperados da doença

Segundo o painel de monitoramento do coronavírus da Prefeitura de Jundiaí, dos 9.940 casos confirmados de Covid-19 na cidade, até quarta-feira (26),...
PUBLICIDADE