Siga nos
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({ google_ad_client: "ca-pub-2913080483495928", enable_page_level_ads: true });

Paulo Moretti

O perdão e a cura

O que nos adoece é o desequilíbrio em nossas emoções: ódio, mágoa, rancor, tristeza ou a mistura de todos eles.Desta constatação advém a afirmação do Dr.Edward Bach, codificador do sistema dos florais de bach: “Não existem doenças e sim pessoas doentes”.

Os sentimentos negativos atuam em nosso sistema nervoso que ao enviar sinais as nossas glândulas produzem hormônios que alteram o funcionamento de nosso corpo.Neste momento, as doenças encontram um terreno fértil para se manifestarem. Diante dessa realidade, já comprovada cientificamente, é que entra a necessidade do “perdão”.Essa pequena palavra de seis letras é a responsável por curas tidas como “milagrosas” pela ciência convencional ,corriqueiras e “normais” pelo chamado “mundo holístico”. Mas como o perdão funciona? De que forma ele age em nosso corpo? Como sabemos quando perdoamos? Perdoar é esquecer?

O ato de perdoar é algo que atribuímos ao divino talvez influenciados pela prática católica da confissão, mas fato é que o perdoar é uma ação do ser humano, assim como é o ato de odiar. Ou seja, temos o livre arbítrio para decidirmos quais as atitudes iremos tomar. Sem sombra de dúvidas o perdão é sempre a melhor atitude a ser tomada em quaisquer situações.

Ao perdoar, mudamos nossa frequência mental , nossa energia e, por consequência, as glândulas recebem os sinais corretos e a produção dos hormônios se normaliza fazendo com que o funcionamento do nosso corpo seja normalizado e, consequentemente, as doenças são curadas, ou seja o funcionamento do corpo volta ao normal.

 

Leia também: Caravana Iluminada traz encanto e magia do Natal pelas ruas de Jundiaí

 

Muitas pessoas relacionam o ato de perdoar ao esquecimento. E estão erradas. O perdão verdadeiro só ocorre quando lembramos do fato que nos causou os sentimentos negativos e não sentimos nenhuma emoção relacionada a ele, ou seja a lembrança deixa de nos causar danos emocionais.

A melhor forma de perdoar é praticando a Oração do perdão ou também o hoponópono, e isso se torna fácil quando entendemos que ninguém é totalmente culpado ou inocente.O que há é a ação das leis universais que detalharemos em colunas próximas.

Perdoe e seja feliz!!!!!! Bom perdão para vocês.

Clique para comentár

Nos escreva

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Geral

iFood começa a testar entrega de refeições com drones

Geral

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Conectar