Siga nos
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({ google_ad_client: "ca-pub-2913080483495928", enable_page_level_ads: true });

Itatiba

Pai tortura e mata bebê de dois meses

A princípio era apenas a averiguação de um caso de maus tratos envolvendo um bebê de dois meses. Mas ao dar entrada na Santa Casa de Misericórdia de Itatiba a vítima apresentava sinais de tortura, como hematomas, mordidas e apertões; além de quedas e asfixia. O óbito foi registrado logo depois de dar entrada no Pronto Socorro. O crime ocorreu na noite desta quarta-feira (6), no Núcleo Residencial João Magi.

Um rapaz de 18 anos foi preso em flagrante. Após ser questionado pelos policiais que a criança tinha caído. A mãe, por sua vez, afirma que acordou no meio da noite e encontrou o pai com a criança no colo sendo sufocada.

A mão admite que foi impedida de fazer algo pois era ameaçada pelo pai. Diante dessa declaração, o pai confessou que agrediu a criança na tentativa de fazê-la para de chorar e por não saber o que fazer. Ele não soube informar quem chamou o resgate.

Segundo boletim de ocorrência, o bebê deu entrada com parada cardiorrespiratória e não foi possível reanima-la. A criança apresentava ainda hematomas no tórax e nas costas, fraturas com diversos graus e cicatrização por todo corpo.

O rapaz foi preso em flagrante, pelo crime de tortura seguida de morte. Já a mãe da criança, 17 anos, foi liberada na presença de sua genitora, já que não há provas de seu envolvimento nas agressões.

Clique para comentár

Nos escreva

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

iFood começa a testar entrega de refeições com drones

Geral

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Vigilância Sanitária multa Vencedor da Ponte São João

Jundiaí

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Conectar