Connect with us
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({ google_ad_client: "ca-pub-2913080483495928", enable_page_level_ads: true });

Geral

Professor de Direito Penal afirma que José de Abreu não pode ser preso

Publicações de ator global não se enquadram em nenhum crime penal.

Após fazer diversas publicações em suas redes sociais, José de Abreu, ator conhecido por fazer novelas, não poderá ser preso por se autoproclamar presidente da República no ultimo dia 25.

De acordo com o professor de Direito Penal Marco Aurélio Florêncio da Universidade Presbiteriana Mackenzie, as postagens que foram apoiadas por diversos outros famosos e políticos da oposição, não têm qualquer relação com falsidade ideológica.

O professor ressalta que “Ele não falsificou diplomação para eventual assunção à Presidência”. Afirmando também, que o que Abreu fez está caracterizado no direito como animus jocandi, ou seja, vontade de brincar.

Lembrando que após troca de farpas no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro replicou para Abreu: “Estamos processando alguns e este ‘meteoro’ será o próximo”.

Em posse simbólica na ultima sexta no Rio, o global disse que será ele quem irá processar Bolsonaro.

Fonte: UOL

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Dona de casa evangélica invade igreja católica e quebra quadros e imagens de santos

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Geral

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Connect