Connect with us
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({ google_ad_client: "ca-pub-2913080483495928", enable_page_level_ads: true });

Jundiaí

Fazenda Nossa Senhora da Conceição está à venda

Anúncio circula no site Zap Imóveis, e responsável pela venda é a imobiliária Carvalho Neves. Valor anunciado: R$ 15 milhões. Tem vídeo

Um dos pontos mais visitados da região, a Fazenda Nossa Senhora da Conceição, na rodovia Constâncio Cintra (estrada de Itatiba), foi colocada à venda por R$ 15  milhões. São 32 alqueires, incluindo mata e área de pasto, construções, e quatro mil pés de café já plantados. Só não entra no negócio, segundo os corretores, o acervo do museu.

Mas há algo estranho na história. Um dos donos do imóvel procurou o Novo Dia, exigindo que a matéria fosse retirada do site. Segundo ele, o negócio não era para se tornar público. Mas se tornou. O anúncio da venda está no site do Zap Imóveis há duas semanas, tendo como responsável Carvalho Neves Imóveis Ltda.

Nesta semana apareceu um vídeo feito na fazenda, com imagens de drone (aéreas) e internas. O vídeo é da TopHomes, empresa criada em 2018. Interessados em abafar o negócio estão contando outra história. A de que a imobiliária está vendendo a terra sem que os donos saibam. Mais: que as imagens foram feitas sem conhecimento ou autorização dos donos.

Uma historinha difícil de engolir. Se realmente alguém está tentando vender a terra sem consentimento dos donos, é caso tipificado como grilagem. E nem seria difícil a Polícia prender os grileiros – os autores são conhecidos. Só que ninguém registrou Boletim de Ocorrência.

Uma outra historinha é que os donos da fazenda pensaram em vendê-la há 20 anos, mas desistiram da idéia. Outro mistério: estaria a imobiliária usando Marty McFly e o Dr. Emmett Brown, principais personagens do filme De Volta para o Futuro? Voltando no tempo 20 anos para produzir o anúncio no Zap Imóveis e o vídeo invasor?

As visitas à fazenda se deram por causa de seu restaurante, loja de artesanato, café orgânico e vinhos caseiros, capela antiga, passeios de charrete, trilhas e lagos. E há um problema para o comprador: ele poderá fazer qualquer coisa com as terras, menos construir condomínio.

Isso porque a Fazenda Nossa Senhora da Conceição está no Inventário de Proteção do Patrimônio Artístico e Cultural de Jundiaí. O inventário é a etapa que antecede o tombamento. E é ele que regulamenta o processo de preservação do Patrimônio Histórico e Cultural da cidade. A fazenda não é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Não falta história à fazenda, que começou produzir cana-de-açúcar em 1810. A partir de 1850 passou a cultivar café. Na época, a fazenda contava com mais de 100 escravos e chegou a ter plantados 350 mil pés de café.

Pertenceu a José da Conceição, o Barão de Serra Negra (que tinha outras terras em São Paulo). No auge da cultura cafeeira, o barão recebeu personalidades na fazenda, como o Imperador Dom Pedro II e sua mulher, Thereza Christina.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Dona de casa evangélica invade igreja católica e quebra quadros e imagens de santos

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Geral

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Connect