Connect with us

Artigos

Por que odiamos?

A TV Cultura e alguns canais de TV por assinatura já anunciam a exibição da série Por que Odiamos?, produzida por Steven Spielberg. Spielberg dispensa qualquer apresentação. Pode ser considerado um gênio dos gênios. E produziu a série baseado no que vêm em todo o mundo, como conflitos religiosos, políticos, culturais. Conflitos que se transformam em ódio mortal.

Deixemos de lado os grandes problemas mundiais, o Estado Islâmico, o Talibã e vamos nos ater ao ódio plantado em nosso país. Ódio que vai se transformar em ações, em tumulto, em pancadaria.

Tão logo o ex-presidente Lula foi solto, após 580 dias preso em Curitiba, começaram a pipocar mensagens de ódio nas redes sociais. Não vamos discutir o mérito da questão. Se Lula deveria ou não continuar preso ou se o STF é venal. Vamos ao ódio.

De um lado, gente comemorando com mensagens do tipo Agora vamos colocar fogo no país. Ou, Com Lula solto, vamos assar a batata do Bolsonaro. Ou ainda, Morte aos inimigos dos socialistas. Do outro lado, o pessoal da direita. Mensagens recomendaram não se referir a Lula como Lula, e sim como Verme, Rato ou Presidiário. Ninguém tem razão.

O mesmo acontece em estádios de futebol. Torcedores – e são muitos – vão aos jogos não para incentivar seus clubes de preferência. Vão para agredir, e se possível massacrar, a torcida adversária. Não um jogo sequer onde não aconteçam brigas violentas dentro ou fora dos estádios. E quando a Polícia revista ônibus de torcidas sempre acaba achando porretes, bombas e armas.

O ódio está disseminado. Há os que pregam a luta de classes, e há os que pregam que, para se ascender socialmente é preciso estudar e trabalhar. Há os que preferem invadir terras e destruir o que nela se encontrar, não importando as consequências. Há os que preferem cultivar a terra e dela tirar seu sustento e alimentar seus semelhantes. Questão de posição, de ponto de vista.

Todo fanatismo é idiota. Religiões sempre conviveram pacificamente. Cristo não foi crucificado por judeus, e sim por romanos, que o viram como ameaça à autoridade. Árabens invadiram a Europa não por fé religiosa, e sim por motivos econômicos. As Cruzadas, abençoadas pela Igreja Católica, não foi ao Oriente Médio para resgatar lugares que consideravam sagrados. Foram em busca de riqueza.

Hitler pregava ódio aos judeus, mas estava de olho em suas riquezas. Quando França, Inglaterra e Estados Unidos se uniram, na 2ª Guerra Mundial para acabar com o poderio alemão e japonês, não o fizeram por ideal. Fizeram para preservar seus interesses. Econômicos, obviamente. Os Estados Unidos não invadiram o Iraque porque Sadam Hussein era má pessoa. Invadiram para se apossar do petróleo iraquiano.

Após assistirmos à série de Spielberg talvez fiquemos mais esclarecidos do que hoje estamos. Se é que estamos – é tanta mentira que não se sabe mais em quem acreditar. Mas de uma coisa temos certeza – nem Spielberg, ninguém, será capaz de explicar o tamanho ódio que hoje existe em nosso país. Talvez seja a hora de voltarmos à Idade da Pedra e começar tudo novamente.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Dona de casa evangélica invade igreja católica e quebra quadros e imagens de santos

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Geral

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Connect