Connect with us

Aguinaldo Oliveira

Lamentando pelo caminho que não escolheu

Lembro-me de uma vez em que estava no carro, de carona com um colega e estávamos com tempo bem justo para chegarmos à uma reunião. Como o trânsito era muito intenso, ele (o meu amigo motorista) resolveu mudar o caminho. Ao mudar, percebeu que não havia aliviado em nada, pois o caminho alternativo também estava bem congestionado.

Depois de um tempinho parado no mesmo lugar, ele disse aquilo que muitos de nós dizemos nessa situação:

“Se tivéssemos ido por lá, pelo caminho original, já teríamos chegado”.
Falamos isso em muitas outras situações em nossas vidas: Se eu tivesse casado… se eu tivesse separado… se tivesse feito outra faculdade… ou se não tivesse… O fato é que a gente fala, mas definitivamente não sabemos o que teria acontecido se tivéssemos feito diferente.

Assim como no trânsito, não sabemos o que aconteceria se tivéssemos seguido pelo primeiro caminho, na vida também não. Poderíamos ter ido pelo primeiro caminho e encontrado pista livre um pouco mais à frente ou um buraco enorme com tudo interrompido.

De uma maneira geral, somente sabemos sobre o caminho que seguimos, das coisas boas que encontramos pelo percurso e também dos buracos que apareceram.

Seguir um caminho e tomar uma decisão faz parte do sucesso. Vale sempre prevenir de perigos e utilizar alternativas e estratégias, mas não fique se lamentando pelo que deu errado, pois isso não irá ajudar em nada, além de despertar em você um sentimento de culpa e arrependimento que não lhe farão bem, algo assim como uma “dissonância cognitiva” pela escolha feita.

Enquanto não inventarem um Waze para a nossa vida pessoal e profissional, o máximo que podemos fazer é apostar no melhor caminho, pela rapidez, segurança, condição de rodagem ou mesmo pela melhor paisagem (é bom levarmos em conta a paisagem, pois o lazer é uma coisa importante e é melhor que os caminhos escolhidos sejam agradáveis), sabendo que nem sempre vamos ganhar essa aposta. Nem mesmo com o Waze estaremos totalmente garantidos, pois podemos passar por cima de um prego ou nos envolvermos em um acidente.

Escolha logo seu caminho. Pode ser que você escolha uma estratégia ruim, mas saiba que mesmo uma estratégia mal escolhida ainda é melhor do que não ter nenhuma estratégia.

Aguinaldo Oliveira

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Momo aparece em vídeos de slime do YouTube Kids e ensina as crianças a se suicidarem

Geral

Dona de casa evangélica invade igreja católica e quebra quadros e imagens de santos

Geral

Bombeiros quebram vidros de carro estacionado em frente a hidrante para passar mangueira

Geral

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Geral

© 2019 Cruz de Malta Editores Associados | Novo Dia Notícias: Auditado pela Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo - ADJORI/SP. Filiado à Associação Nacional de Jornais - ANJ
Atibaia, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Salto, Valinhos, Várzea Paulista e Vinhedo

Connect